6 dicas para pagar suas contas em dia e manter sua vida financeira organizada!

Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp

Você precisa de organização financeira para conseguir pagar suas contas em dia.

O controle das suas despesas e receitas é fundamental para que as suas finanças estejam sempre organizadas. Com isso, você evitará prejuízos com o pagamento de multas e juros de contas atrasadas.

E tem mais: controlar eficientemente o que entra e sai da sua conta também aumentará o quanto você consegue poupar no final do mês. Isso porque será possível identificar possíveis gastos supérfluos, eliminando as despesas que dá para viver sem.

Neste post, você conhecerá dicas simples e eficazes para ter uma melhor gestão financeira. Confira!

Como pagar as contas em dia

1. Definir objetivos financeiros

Você pode saber o que deve ser feito para manter a sua vida financeira organizada, mas isso não vai adiantar nada sem a definição de objetivos financeiros. Estabelecer metas transformará os seus sonhos em realidade, pois você saberá quanto custa cada objetivo a ser alcançado.

Portanto, o primeiro passo é determinar quais são os objetivos financeiros mais importantes para a sua saúde econômica. Não dá para querer fazer uma viagem internacional se você tem dívidas a serem quitadas, por exemplo. Ou seja, seja racional ao escolher as suas metas. Para atingi-las, estipule metas de gastos mensais e de receitas para serem cumpridas.

2. Elaborar um orçamento

Elaborar um orçamento é um passo que não pode ser ignorado de forma alguma quando falamos de organização financeira. Essa é a forma mais prática e simples de controlar as suas despesas. Assim, você garantirá que o seu dinheiro seja gasto do jeito que planejou. A primeira etapa da concepção de um orçamento pessoal é identificar como é que você está gastando seus recursos. O ponto aqui é ter consciência quando uma despesa é realmente indispensável ou quando ela é supérflua.

Quem consegue pagar as contas em dia sabe a diferença entre o que é luxo e o que é necessário. Caso você gaste mais do que ganha todos os meses, pode ter certeza de que existem compras que podem ser evitadas. Depois de identificar os seus gastos, chegou a hora de definir metas para eles. Essas metas devem considerar seus objetivos financeiros traçados em longo prazo. Além disso, você deve acompanhar as despesas dos próximos meses, para ter certeza de que o valor está dentro do planejado.

Lembre-se de que alguns meses possuem despesas extras, como o pagamento do IPVA do carro em janeiro, além de IPTU da casa ou gastos com o material escolar das crianças.

3. Fazer a gestão de dívidas

Infelizmente, no Brasil falta instrução quando falamos de educação financeira. Por essa razão, muitas pessoas acabam se endividando sem ter noção das consequências que isso trará para a sua saúde financeira. Vale lembrar que nosso país tem uma das taxas de juros mais altas do mundo para empréstimos, e os mais caros são o cheque especial e o rotativo do cartão de crédito.

Portanto, se você já está inadimplente, é preciso fazer a gestão dessas dívidas até que elas acabem. Em primeiro lugar, priorize aquelas que têm os juros mais altos. A eliminação desse tipo de dívida representará uma grande economia do pagamento de juros dentro do seu orçamento pessoal.

Outra boa prática é procurar os seus credores e propor a renegociação de dívidas antigas. Pode ter certeza de que eles terão preferência em baixar o valor do que você deve, em vez de correr o risco de nunca receber o dinheiro que te emprestaram.

4. Criar uma reserva para emergências

Quem consegue guardar dinheiro no final do mês investe na própria tranquilidade. Afinal, passar por uma emergência sem ter uma reserva para isso é um grande stress. Por essa razão, aconselhamos que você poupe dinheiro sempre que puder. Nunca se sabe quando problemas imprevisíveis, como doenças ou acidentes, acontecerão na sua vida.

Utilize esses recursos para realizar investimentos inteligentes, fazendo com que o seu dinheiro trabalhe para você. Procure avaliar qual é o seu perfil de investidor, se é mais conservador ou arrojado, e busque as opções que proporcionem os melhores rendimentos. Consultores financeiros indicam a renda fixa para quem não gosta de correr grandes riscos e a renda variável para investidores mais agressivos. 

5. Buscar apoio de especialistas financeiros

Tempo é dinheiro, e isso não é segredo para ninguém. E estar sempre bem informado sobre a variação da rentabilidade das aplicações do mercado financeiro demanda tempo. São diversos indicadores econômicos, tipos de aplicações em renda fixa e renda variável, diferentes instituições financeiras que oferecem papéis para você alocar seus ativos. Sem contar a volatilidade, que precisa ser monitorada sempre.

Nessa correria do dia a dia, fica inviável você cuidar da sua vida pessoal e profissional, da sua casa, e também ter que lidar com todas as informações específicas e aprofundadas sobre o mercado financeiro, não é mesmo?

Buscar o apoio de especialistas financeiros te fará economizar um tempo considerável nessa função, pois o consultor financeiro fica responsável por comunicar a você quais são os melhores investimentos do momento, tornando o ato de aplicar seus recursos algo simples e prático.

6. Utilizar aplicativos para facilitar a gestão de pagamentos

Hoje em dia, com a correria em que vivemos, é fácil se esquecer de fazer um pagamento. E isso representa prejuízo para o seu bolso. Para que isso não aconteça, procure utilizar aplicativos que facilitem a gestão das suas faturas. Uma ótima opção é o Tilix, uma plataforma que organiza todos os seus boletos em um só lugar.

Esse aplicativo simplifica a sua rotina, trazendo praticidade e segurança para a quitação de boletos bancários sem precisar sair de casa, proporcionando agilidade na gestão de pagamentos. Você ganha de duas formas, pois além de não correr o risco de pagar juros e multas desnecessárias, ainda otimiza o seu tempo para focar em coisas que realmente valem a pena.

Neste post, te demos 6 dicas simples e eficazes para conseguir pagar suas contas em dia. Agora, chegou a hora de tirar a teoria do papel e partir para ações práticas que ajudarão você a ter a independência financeira que sempre sonhou.

Baixe o aplicativo da Tilix e organize todos os seus boletos em um só app!

Assine nossa newsletter e receba o melhor conteúdo sobre finanças.

Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações.

Assine nossa newsletter e receba o melhor conteúdo sobre finanças.

Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações.

Assine nossa newsletter e receba o melhor conteúdo sobre finanças.

Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações.

Assine nossa newsletter e receba o melhor conteúdo sobre finanças.

Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações.

Baixe o nosso aplicativo:

Disponível na App Store
Disponível no Google Play